Archive for Dezembro, 2005

Colação de grau

Minha primeira turma de alunos na PUC Minas colou grau na quinta-feira, 15 de dezembro, no Minascentro. Eu costumo fugir destes eventos, mas, diante do convite das minhas orientandas e amigas Danielle Mendonça e Geovana Mattos, resolvi testemunhar pessoalmente a cerimônia.

Destaco um trecho do discurso da oradora Geovana Mattos, que deixou orgulhoso o orientador que a acompanha desde os longínquos tempos em que fora a primeira monitora de Direito Penal da PUC São Gabriel:

Que o purismo, o formalismo exagerado e o contorcionismo intelectual feito para justificar que uns nascem melhores que outros não nos permitam esquecer que pertencemos a uma classe privilegiada, que tem direitos e oportunidades, e que são poucos os que chegam aonde chegamos, muitos vítimas de uma perversa catástrofe social.

E por pertencer a esta parcela da população que teve a chance de cursar uma faculdade temos a obrigação de lutar para melhorar a consciência do nosso país. De lutar por um Brasil melhor, mais digno; por uma distribuição mais justa do trabalho e das riquezas, e pela verdadeira democracia.

Nossa geração sofre de uma apatia preocupante, talvez seqüela da repressão sofrida pela geração dos nossos pais durante a ditadura ou, simplesmente, conseqüência de um individualismo cada vez mais exarcebado, fruto de um capitalismo selvagem, de um mundo globalizado, sem fronteiras, onde os limites deixaram de ser os geográficos e se expandiram para além, na busca dos interesses, principalmente dos mais fortes.

Mas devemos contribuir para reverter esse quadro.

Precisamos ter capacidade de nos indignar com a realidade à nossa volta. As contradições, as injustiças sociais e os desmandos de alguns não podem diminuir o nosso amor e cidadania.

Que as palavras da Geovana ressoem nos ouvidos da nova geração de bacharéis.

Parabéns a todos eles!

Dezembro 19, 2005 at 12:22 pm 2 comentários