Emir Sader condenado por injúria a Bornhausen???

Novembro 1, 2006 at 10:41 pm 72 comentários

Li na Carta Maior, com absoluto espanto, que o Prof. Emir Sader foi condenado a um ano de prestação de serviços à comunidade e à perda de seu cargo de professor na UERJ por um artigo no qual reagiu às declarações em que o senador Jorge Bornhausen se referiu ao PT como uma “raça que deve ficar extinta por 30 anos”.

Não li a sentença, mas li o artigo e decididamente não há no texto qualquer frase que caracterize injúria. Mas ainda que, por amor ao debate, supuséssemos que há ali alguma sentença que justifique uma condenação por injúria, não há nada – absolutamente nada – que justifique cogitar nesta perda de cargo público.

O Código Penal dispõe:

Art.92. São também efeitos da condenação:

I – a perda de cargo, função pública ou mandato eletivo:

a) quando aplicada pena privativa de liberdade por tempo igual ou superior a um ano, nos crimes praticados com abuso de poder ou violação de dever para com a administração pública; (grifo meu)

Será que o MM Juiz de Direito entendeu que Emir Sader tem dever para com a administração pública de não emitir suas opiniões em meios de comunicação??? Funcionário público não pode ter opinião??? É isso???

Esta decisão é um caso manifesto de CENSURA judicial. Assinem o manifesto de solidariedade a Emir Sader.

————————————————————

Atualizando (em 2/11/2006): Eis a íntegra da sentença.

Anúncios

Entry filed under: Uncategorized.

Crime e psiquiatria: lançamento de livro Saddam Hussein é condenado à forca…

72 comentários Add your own

  • 1. Izabel Christina Motta  |  Novembro 1, 2006 às 11:20 pm

    Não sei se entendí bem, mas alguém, um cidadão, por responder por “injúria”, teria sido condenado a prestar serviços comunitários por um ano e ainda, “perdeu seu emprego público”??? Não pode ser isso, né?! Não estamos no mesmo país, né?

    Responder
  • 2. Endira Sarmento  |  Novembro 2, 2006 às 2:28 am

    isso é definitivamente um absurdo!
    to muito revoltada!!

    Responder
  • 3. giovanidiedrich  |  Novembro 2, 2006 às 11:48 am

    será essa a nossa justiça? como esta balança agora? aquela que é pra ser imparcial. Como pode? é soda.. vamos nos mobilizar e fazer um grande movimento nacional eo apoio ao noso companheiro…

    Responder
  • 4. Daniel Mariano  |  Novembro 2, 2006 às 6:45 pm

    Isso demonstra que a elite continua mandando e desmandando no país…

    Responder
  • 5. Erika Pretes  |  Novembro 2, 2006 às 9:17 pm

    Ja havia lido o texto do Emir Sader, e alem do emir, pelo que sei tambem havia um autor na epoca que teve seu livro proibido de ser vendido no brasil (censurado) porque citou essa frase do BORNHAUSEN, procurei na net mas não encontrei, mas eh vergonhoso o que fizeram com o emir, ja pensou se isso vira moda tulio, vc ta perdido com suas criticas ferrenhas aos nossos “nobres politicos” !

    Responder
  • 6. André Kenji  |  Novembro 2, 2006 às 11:33 pm

    Eu protestei contra a condenação do Sader, mesmo dizendo que não era fã dele, mas me responderam que a lei precisa ser cumprida ou alguma besteira semelhante.

    Responder
  • 7. Maria Cecília  |  Novembro 3, 2006 às 4:39 am

    Este tal de BORN…HAUSER Hum….. até parece que a origem do nome é nobre… Mas é um grande salafrário!( Oh. Born…. vc não nasceu em nenhum beço de outro, e, com certeza, em nenhum lar condinzendete com seu sobrenome…. Cai, seu grande PDP!

    Responder
  • 8. fabricio silva de cassio  |  Novembro 3, 2006 às 12:25 pm

    injustiçado

    Responder
  • 9. George M.  |  Novembro 3, 2006 às 12:51 pm

    Justiça?

    Responder
  • 10. Sandra Almeida  |  Novembro 3, 2006 às 12:57 pm

    Não posso me conformar com uma justiça como essa.
    Isso não pode ficar assim.

    Responder
  • 11. Kate Azevedo  |  Novembro 3, 2006 às 2:13 pm

    Quero ainda poder acreditar que existe justiça nesse país..não deixem minha esperança morre!!!

    Responder
  • 12. Elizabeth Bueno da Silva  |  Novembro 3, 2006 às 2:34 pm

    Descalabro.
    Meu apoio ao Professor Emir Sader.

    Responder
  • 13. celso roque  |  Novembro 3, 2006 às 2:41 pm

    Será possível condenar alguém por dizer a verdade?
    O senador em questão é realmente nazista, acha que pertence à uma raça superior e além disto é adepto do dinheiro fácil. Foi sob o comando deste senador que o seu partido deu suporte para a ditadura, em troca de favores. Ele ainda sonha com um Brasi só da raça pura ariana da qual inclusive ele não faz parte, assim como o famigerado Hitler.

    Responder
  • 14. Cleanil Fátima Araújo Bastos Campos  |  Novembro 3, 2006 às 2:42 pm

    Declaro meu apoio a Emir Sader

    Responder
  • 15. Larissa Rangel Ferrari  |  Novembro 3, 2006 às 3:27 pm

    Bornhausen, acusado de lavar US$ 5 bilhões!
    A mídia fala, fala e fala mal do Lula, mas quando a notícia pode sujar a imagem do outro lado, é omitida. Por quê? Que jornalismo incompetente, nem um pouco imparcial.

    “Nesta segunda-feira (16/6/06) os procuradores da República Luiz Francisco Fernandes de Souza, Raquel Branquinho e Valquíria Quixadá entregam à Receita Federal, em Brasília, cerca de 6 mil documentos sobre as 52 mil pessoas que lavaram US$ 30 bilhões em contas de bancos novaiorquinos a partir do Banestado de Foz do Iguaçu (PR). Os três procuradores obtiveram liminar, na última quinta-feira, para tornar tais documentos acessíveis como prova material do crime de lavagem dos US$ 30 bilhões.

    “Vamos solicitar à Receita 150 auditores para analisar os primeiros casos, o que certamente vai render autuações de pelo menos US$ 20 bilhões contra traficantes, sonegadores, corruptos e políticos”, disse Luiz Francisco à revista Consultor Jurídico. Segundo ele, o maior foco de investigações recai sobre “a família do sr. Jorge Bornhausen, do PFL, cujo banco familiar, o Araucária, lavou pelo menos US$ 5 bilhões nesse esquema”.

    http://www.informante.net/resources.php?catID=17&pergunta=762#Cena_1

    Será que o Bornhausen tem moral para julgar alguém? Ele que deveria ser condenado por racismo. O professor Emir Sader não falou nada além da verdade.
    QUEREMOS JUSTIÇA!

    Responder
  • 16. Raymundo Silveira  |  Novembro 3, 2006 às 3:28 pm

    Minha irrestrita solidariedade ao companheiro Professor Emir Sader.

    Responder
  • 17. José Alves  |  Novembro 3, 2006 às 3:35 pm

    No Ceará tinha um governador da ditadura que dizia: “Aos amigos, os favores. Aos inimigos, os rigores da lei.” Este juiz tirou dez com louvor nesta escola. Minha irrestrita solidariedade ao Professor Emir Sader.

    Responder
  • 18. tiago  |  Novembro 3, 2006 às 3:44 pm

    Só pode ser brincadeira uma coisas dessas né…
    Dá para se ter noção o quanto que neste pais o poder significa dinheiro

    Responder
  • 19. ramiro  |  Novembro 3, 2006 às 4:38 pm

    Quem deveria ser preso é o doutor Bornhausen porque ele ofendeu os petistas: ” essa raça vai acabar por trinta anos” quem deveria ser preço é Bornhausen e seu preconceito, sua falta de cultura! um absurdo!

    Responder
  • 20. carmen  |  Novembro 3, 2006 às 4:39 pm

    Um absurdo total! estou completamente indignada! trabalho na imprensa e nunca vi tamanha injustiça!

    Responder
  • 21. helia  |  Novembro 3, 2006 às 4:50 pm

    Sou solidaria a vc.

    Responder
  • 22. Maira  |  Novembro 3, 2006 às 5:03 pm

    Indignação absoluta!

    Alguém pode ameaçar a extinçao de uma “raça” ou patido político e a defesa dos direitos políticos que a defesa representou é condenada?
    Definitivamente, algo está muito errado no Poder Judiciário do Brasil!

    Responder
  • 23. Genival Freires  |  Novembro 3, 2006 às 5:20 pm

    Nosso País está voltando ao tempo dos coronéis, a imprensa massacrou o nosso Presidente, a Veja é tão ridícula com um tal de Diogo.. Ma…. não quero nem dizer o nome todo e agora vem esse episódio. Companheiros, precisamos reagir com tudo isso que está acontecendo no nosso País, é hora do manifesto do brasileiros que querem o bem para o nosso Povo. A imprensa no País só está tendo liberdade de imprensa, quando defende os poderosos, coronéis como esse tal Jorge Bornhausen, são intocáveis e fazem o que quer. O que acabar, são esses coronéis, que mandam nos eleitores.

    Responder
  • 24. Vanda  |  Novembro 3, 2006 às 5:25 pm

    Injustiça, cade a democracia, isto é da època da ditadura, onde não se pode falar a verdade. Abono essa injustiça.

    Responder
  • 25. Débora Duque  |  Novembro 3, 2006 às 5:41 pm

    Eu quero ver agora os meios de comunicacao de grande circulação do país (leia-se: Veja, Rede Globo e afins) protestarem contra esse tipo de censura e exigirem o direito à liberdade de expressão, ao qual tanto recorreram quando realmente lhes convinha.

    Responder
  • 26. Iracema Amorim  |  Novembro 3, 2006 às 6:22 pm

    Até qdo teremos que nos submeter e ficarmos calados frente as injustiças desse país?
    Até qdo o tal quarto poder vai mandar e desmandar sem dar nenhum tipo de satisfação para a população?
    Até qdo a arrogância e poepotência de certos políticos imperará em nossa nação?
    Quero um chega e um basta para essa palhaçada que se chama justiça. Via curzes virou circo? Estamos aqui para defendermos nossos direitos.
    Meu apoio irrestrito ao professor Emir Sader.

    Responder
  • 27. jose correa de lima  |  Novembro 3, 2006 às 6:35 pm

    sou trabalhador e Saad tem o meu apio. nos somos s forá do povo, quem manda neste pais eh o povo. Eles dfalam muito mal de nos e nada lhes acontece ate chamaram o presidente de frouxo, poe que eles podem
    onde esta a liberdade de expressão.

    Responder
  • 28. Misael Nonato Rodrigues  |  Novembro 4, 2006 às 1:41 am

    Sou solidario a Emir Sader

    Responder
  • 29. marcia maia eça  |  Novembro 4, 2006 às 3:33 am

    é um absurdo o que está acontecendo.
    já vimos esté filme antes, e o final não é bonito não.
    onde está a democracia e liberdade de imprensa.

    Responder
  • 30. Fátima Pacheco  |  Novembro 4, 2006 às 6:32 am

    Não tem muito que dizer, isso é uma vergonha, um ato de vandalismo a favor do preconceito. Lamento profundamente perceber o quanto o Brasil esta sendo bombardeado por injúrias e atos obcenos como este, contra o Professor Emir.

    Responder
  • 31. Contra o Consenso » Um gol contra  |  Novembro 4, 2006 às 11:43 am

    […] É por isso que eu acho que os conservadores e liberais marcaram um tremendo gol contra ao apoiarem a prisão de Emir Sader, e em especial ao utilizarem o argumento tosco do cumprimento da lei. Primeiro, por quê a decisão não é tão cumprimento da lei assim(Túlio Vianna, que apesar de não ser uma opinião isenta, é professor de direito, nota que não há espaço no Código Penal para a perda de cargo público). Segundo, mesmo se fosse o cumprimento da lei, seria um cumprimento para fins espúrios e para calar inimigos políticos, num tipo de decisão que dificilmente ocorreria em qualquer país do Primeiro Mundo(Com exceção, talvez, da França). […]

    Responder
  • 32. Antonio canha  |  Novembro 4, 2006 às 1:40 pm

    APOIO TOTAL!

    Responder
  • 33. selemias  |  Novembro 4, 2006 às 3:47 pm

    Estou a favor do Prof. Emir Sader e contra essa imprensa e justiça preconceituosa. Apoio Tota!

    Responder
  • 34. Eloina  |  Novembro 4, 2006 às 4:14 pm

    Não estamos nos tempos da ditadura. Vamos reagir em apoio ao nosso irmão Sader. Somos todos filhos de Deus, não podemos ser tão subjugados assim.

    Responder
  • 35. Ruth  |  Novembro 4, 2006 às 6:15 pm

    Absurda a atitude desse juiz. Será uma tentativa de intimidar a esquerda? Ele disse pensar nos eleitores de Santa Catarina que votaram naquele senador. E nós, eleitores de Lula, não devemos ser respeitados?

    Responder
  • 36. ana cristina nadruz  |  Novembro 4, 2006 às 6:41 pm

    apoio às opiniões e à pessoa do prof. EMIR SADER

    Responder
  • 37. Marcelo Baptista  |  Novembro 4, 2006 às 9:48 pm

    O Prof. Emir Sader é uma pessoa honrada e um grande Homem, isso é um verdadeiro absurdo!!!!

    Responder
  • 38. Paulo Cezar Ferreira Junior  |  Novembro 4, 2006 às 10:02 pm

    Ridícula a atitude desse senador e ainda pior a desse juiz. Isso mostra o estado autoritário que vivemos.

    Minha solidariedade e respeito ao professor Emir Sader.

    Responder
  • 39. anderson andrade  |  Novembro 4, 2006 às 10:52 pm

    parece até brincadeira!!! o homem não se candidatou já imaculado pela sua postura politica etica. e a justiça brasileira dá uma cagada dessas!!!!

    MÃOS LIMPAS JÁ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder
  • 40. Cássio Corrêa Costa  |  Novembro 5, 2006 às 1:41 am

    Era só o que faltava!! Professores terem sua liberdade de expressão cerseada!! Temos que nos mobilizar contra esse tipo de controle e quaisquer formas de repressão. Além disso, alcançarmos os eleitores desses retrógados, para esclarecermos o tipo de “pessoa” que eles estão elegendo.

    Responder
  • 41. zenaide Alichala  |  Novembro 5, 2006 às 1:56 am

    Injustiça!
    Repressão!
    Direitos e liberdade de expressão cassados!!
    Que País é esse?!!!
    ” Eterno é tudo aquilo que dura uma fração de segundos, mas com tamanha intensidade que se petrifica e nenhuma força jamais a resgata… Somos donos de nossos atos, mas não somos donos de nossos sentimentos. Somos culpados pelo que fazemos, mas não somos culpados pelo que sentimos. Podemos prometer atos, mas não podemos prometer sentimentos…Porque atos, são pássaros engaiolados, e sentimentos são pássaros em vôo.” (Mario Quintana)

    Deixo aqui registrados,minha solidariedade e respeito ao Prof.EMIR…

    Responder
  • 42. Maria do carmo Souza  |  Novembro 5, 2006 às 10:42 am

    Solidariedade e justiça

    Responder
  • 43. Maria do socorro da silva lopes  |  Novembro 5, 2006 às 11:35 am

    Ñ a Ditadura.

    Responder
  • 44. walquriabraga  |  Novembro 5, 2006 às 1:07 pm

    É uma grande injustiça, se esse Jorge sei la das qtas se sentiu ofendido, que teve alguns votinhos, e os eleitores que votaram no partido que elegeu nosso ilustre Sr. Presidente como se sentiram? Por isso estamos aqui para continuarmos lutando pela nossa democracia. Se ainda existe. Que o Sr. Meretíssimo Juiz que procedeu esta sentença, que reveja ou revogue dinte de tantas indignaçôes em favor de EMIR SADER um ilustre filósofo.
    AQUI VAI O MEU APOIO A EMIR SADER…….

    Responder
  • 45. Mouzer  |  Novembro 5, 2006 às 3:03 pm

    Descalabro…
    Meu total apoio ao Professor Emir Sader…

    Responder
  • 46. sueli stropp  |  Novembro 5, 2006 às 3:18 pm

    Pretender calar um professor é o caos!
    Estamo em retrocesso.
    Estamos voltando ao tempo dos coronéis, quando a imprensa massacrante não tinha liberdade de expressão.
    Hoje, a nossa imprensa só tem liberdade de expressão quando defende os poderosos, os coronéis, como Jorge Bornhausen. E tantos outros que ainda se sentem intocáveis.
    Até quando ficaremos a mercê das injustiças desse país?
    Vamos assistir calados os mandos e desmandos desses juízes, filhos de coronéis, ainda com resquícios de ditatura, acreditando ainda no ” voto de cabresto”?
    BASTA!
    Não podemos permitir a arrogância e prepotência desses políticos mandando em nossa nação.
    A resposta as urnas no ultimo dia 29 já iniciu essa amostragem.
    Precisamos continuar a reagir com tudo isso que está acontecendo no nosso País.
    É hora do manifesto do brasileiros que querem o bem para o nosso Povo.
    Estamos aqui para defender nossos direitos.
    Meu apoio irrestrito ao professor Emir Sader.
    Sueli Stropp- São Sebastião- Litoral Norte.

    Responder
  • 47. Erika Pretes  |  Novembro 5, 2006 às 4:15 pm

    Que país eh esse!?

    Responder
  • 48. Marcia Niederauer  |  Novembro 5, 2006 às 4:25 pm

    Interessante! Emir Sader perdeu o emprego de professor na UERJ, será que com isso o juiz tentou nos dizer que ele poderia ser processado porque é professor e não jornalista – já que jornalistas têm “liberdade de imprensa”.

    E parajornalistas como o “cineasta” Jabor e o outro fracassado “palpiteiro” Mainardi… estes falam os maiores absurdos, agridem a quem quiserem e nada lhes acontece???

    Os os parajornalistas da Veja? Mentem juntamente com um delegadozinho de porta de cadeia e o que acontece??? E ainda mentem que foram torturados???

    Estranha esta lógica!

    Responder
  • 49. André  |  Novembro 5, 2006 às 4:58 pm

    Um pode dizer abertamente que quer a morte de TODOS, e o outro é condenado por se defender??

    Responder
  • 50. Mircon  |  Novembro 5, 2006 às 6:41 pm

    Não vamos deixar por menos. Vamos defender Emir Sader até as últimas.

    Responder
  • 51. Pedro Alves da Cruz  |  Novembro 5, 2006 às 6:44 pm

    Estamos com Emir Sader

    Responder
  • 52. Joceli Teixeira Rodrigues  |  Novembro 5, 2006 às 8:34 pm

    E um absurdo no Brasil, como funciona a justiça. Mas do que caluniaram o Presidente LULA impossivel, mas pra os poderosos, ajustiça funciona ne!!! Estou indignada. Meu apoio ao Professor Emir.

    Responder
  • 53. Eliseu Costa  |  Novembro 5, 2006 às 8:35 pm

    A sentença é tão maliciosamente equivocada que são desproporconais as penas aplicadas. Se tivesse havido o crime (que não houve, só na visão o MM) como equalizar a pena de prestação de serviço com a de demissão? Sentença teratológica pela incongruência das penas aplicadas. Tal medida caracteriza-se por perseguição política direta, semelhante aos tempos negros da ditadura, ou seja OFENSA DIRETA À CONSTITUIÇÃO.

    Responder
  • 54. vera lucia  |  Novembro 5, 2006 às 9:49 pm

    Sou solidária a Emir Sader

    Responder
  • 55. Ana Maria  |  Novembro 5, 2006 às 10:26 pm

    Agora é crime dizer a verdade neste país?

    Eu também sou solidária a Emir Sader.

    Responder
  • 56. Andre Dourado  |  Novembro 6, 2006 às 12:46 pm

    Eu também sou solidária a Emir Sader.

    Responder
  • 57. Jessé de Assis  |  Novembro 6, 2006 às 4:02 pm

    Estamos com o Emir!

    Responder
  • 58. Denise Omena  |  Novembro 6, 2006 às 4:50 pm

    Sou solidária a Emir Sader

    Responder
  • 59. Leandro Teles Rocha  |  Novembro 7, 2006 às 10:00 am

    E você será o próximo, se não parar de xingar as pessoas no Orkut.

    Responder
  • 60. TOFE  |  Novembro 8, 2006 às 7:56 pm

    SOLIDARIO A QUEM E A FAVOR DA VERDADE,E DA LIBERDADE DE EXPRESSÃO.FORÇA EMIR.

    Responder
  • 61. Andressa  |  Novembro 8, 2006 às 10:12 pm

    Abaixo a censura!
    Força Emir Sader, sou solidária a você!

    Responder
  • 62. MARCIO  |  Novembro 9, 2006 às 1:38 pm

    Emir Sader ,sou solidario a vc ,com justiça ,vc vai sair dessa abraços

    Responder
  • 63. Guilherme Heiden  |  Novembro 9, 2006 às 6:06 pm

    Vamos derrubar esse Jorge. Tá na hora de sair na rua, me adicionem no msn. Eu apoio Emir!

    Responder
  • 64. Carlos  |  Novembro 10, 2006 às 8:29 am

    Um primeiro efeito desta condenação absurda é que os colunistas da Direita troglodita, que nunca puderam suportar os professores Sader e Marilena Chauí, por tomarem honestamente e a partir de argumentos racionais uma posição pró-Lula, já se sentiram autorizados a aumentarem seus ataques obsessivos e doentios a ambos. Quem quiser saber do que estou falando, que leia o artigo de Barbara Gancia na Folha de hoje, mas que fique advertido de antemão que se trata de uma peça repugnante.

    Responder
  • 65. manuel cesario  |  Novembro 14, 2006 às 3:58 pm

    é de mais, é triste, tenho muito medo da justiça,gosto muito da democracia mais esta ideia ainda não existe, os poderosos podem é fazem o que bem quer.Estou com muito medo porque tambem sou um professor que venho contribuindo para a formação de pensamento do nosso pais tenho tambem um jornalzinho e nestes dias fui denunciado pelo vice-prefeito de minha cidade porque lhe fiz algumas criticas e ele a qualquer preço que me processar, pelo amor de Deus , será se vou perder tambem o meu cargo, pois é tudo que tenho para sustentar a minha familia, me ajude.
    abraço manuel cesario

    Responder
  • 66. manuel cesario  |  Novembro 14, 2006 às 4:02 pm

    é triste, estou tambem com muito medo, sou tambem professor e tenho um jornalzinho e por ter feito criticas a um imcompetente politico de minha cidade estou sendo tambem denunciado, será se vou perder meu cargo – me ajude
    abraço manuel cesario

    Responder
  • 67. Rodolfo  |  Novembro 24, 2006 às 11:36 pm

    deveriamos rever quem mereceria estar extinto nos proximos 30 anos!!!

    Responder
  • 68. olho vivo  |  Novembro 26, 2006 às 4:24 pm

    Cai neste site por acaso.
    Mas que raça de ignorantes.
    O dito professor levantou calúnia graves sobre o senador sim.
    Tem que ser punido sim. E ademais, escola é para ensinar, e não
    fazer lavagem cerebral, distorcer a história, e por ai vai…
    E deixem de jogar pobre contra rico, analfabeto contra alfabetizado, empregado contra patrão, preto contra branco, etc.
    Achem soluções para os problemas da humanidade, mas não queiram voltar a barbárie.

    Responder
  • 69. Samuel Maice  |  Novembro 30, 2006 às 1:49 am

    É uma vergonha alguém que se intitula professor de Direito Penal pretender que o texto de Sader contra Bornhausen não era injurioso.

    Além disso, veiculava falsa imputação de fato criminoso, já que o racismo está tipificado no ordenamento, não é mesmo “Sotor” Vianna? Esqueceu-se desse ponto? Ou vai dizer que o Bornhausen foi racista ao invés de admitir o óbvio: que usou o sentido figurado (ao contrário do Sader, que é literal ao extremo em seus impropérios).

    Afinal de contas, quem escreveu o post: o catedrático ou o ideólogo/apparatchik?

    Em tempo: Seus alunos assinaram o manifesto pró-Sader para ganhar pontos na média?

    Que conflito de interesses, tsc-tsc.

    Responder
  • 70. Galo Cinza  |  Dezembro 11, 2006 às 1:27 am

    Ai Petistas….. Sempre tão democráticos!!!
    Então não é injúria??? E ainda tens doutorado???
    A coisa tá feia mesmo!

    Responder
  • 71. marcio santos  |  Dezembro 25, 2006 às 4:47 pm

    Foi feita justiça, assim como propagar o Nazismo, acusar uma pessoa falsamente e difamatoriamente tb é crime no Brasi.

    Responder
  • 72. Leandro Teles Rocha  |  Janeiro 26, 2007 às 12:22 am

    BEM FEITO !!!!! :mrgreen:

    http://www.pfl.org.br

    Responder

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed



%d bloggers like this: